Seriguela (também conhecida como acaiba, acajá, acajaíba, caja-mirim, cancharana, ameixa-da-espanha, cajá vermelho, ciroela ou jocote) é uma árvore típica do Nordeste brasileiro nativa do México e América Central, tendo se adaptado facilmente ao clima do Brasil (cerrado e caatinga), sendo o Ceara o maior produtor de seriguela do país (mesmo que a fruta não tenha, muito infelizmente, utilização econômica).

A colheita se dá entre os meses de dezembro e janeiro, e como temos predominância das frutas amarelas no verão, agora você já pode adicionar à sua seleção de frutas a pequena seriguela.

 

3

A polpa é bem fina, com cerca de 3mm de espessura, envolvendo um caroço gordo. Para retirar a polpa basta apertar as frutas maduras (de coloração amarela opaca) sobre uma peneira até que toda polpa saia. Depois, juntar um pouco de água ao bagaço e peneirar mais uma vez, tendo assim o máximo de aproveitamento possível.

O sabor é muito parecido ao cajá, com a diferença de que a seriguela é extremamente doce, e seu consumo é feito através de sucos, geleias, doces e sorvetes. Nesse verão, o Essência sugeriu o uso na receita do refrescante gelinho. O fruto maduro possui grande quantidade de amido, sendo perceptível na boca e na instabilidade do suco, além de alto teor de pectina.

Assim como o caju, a fruta é rica em vitamina C, A e B, carboidratos, cálcio, ferro e fósforo e é muito eficaz contra a anemia.

A seriguela também é utilizada no preparo de bebidas fermentadas (chicha), vinhos e bebidas geladas. No Nordeste brasileiro é muito apreciada como “tira-gosto” após a ingestão de certas bebidas alcoólicas. É arretada que só vendo!

 

Referências

DI STASI, J. C.; HIMURA-LIMA, C. A. Plantas Medicinais na Amazônia e na Mata Atlântica. 2. ed. São Paulo: Editora UNESP, 2002.604p.

EMBRAPA AGROINDUSTRIA TROPICAL. Geração de Técnicas de Conservação Pós- Colheita para Valorização do Cultivo de Cajá e Ciriguela no Estado do Ceará. Relatório Técnico Final de Projeto. Fortaleza, Ceará, 2001.

FILGUEIRAS, H. A. C.; MOURA, C. F. H.; ALVES, R. E. Seriguela (Spondias purpurea L.). In: DONADIO, L. C. (ed.). Caracterização de frutas nativas da América Latina. Jaboticabal: Funep, 2000. Cap. 7, p. 27

MARTINS, S.T.; MELO, B. Spondias (cajá e outras). Disponível em: http://www.fruticultura.iciag.ufu.br/caja.html Acesso em 14 de janeiro de 2015.

SILVA E LIMA, Isabel. Seriguela: propriedades físico-químicas. UFRJ, 2009.

Comments

comments

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *