O Arraiá no Essência começou! A quadrilha está a postos, você vem com a gente, sô? Pode pegar o chapéu de palha, calçar a botina e vir para a festa!

O mês de junho guarda uma das minhas festas favoritas, repleta de comidinhas deliciosas que vão desde o quentinho das bebidas potentes, cheias de especiarias, às guloseimas feitas com produtos típicos dessa época do ano!

IMG_1954

Para começar a festança um doce que tem, como a maioria dos nossos doces típicos, sua origem nos nossos colonizadores, assim como a própria festa junina: o pé de moleque. Doce mais que obrigatório nas festas juninas da região Sudeste do Brasil há pelo menos duas versões para o seu nome: a primeira sustenta que veio das pedras irregulares de cidades como Paraty e Ouro Preto, conhecidas como pé de moleque. A outra versão diz que foi criado por acaso pelas quituteiras de antigamente – assediadas pelos moleques da cidade, que roubavam o doce do tabuleiro sorrateiramente, elas gritavam “ Pede, moleque!”, avisando que não era necessário roubar, bastava pedir para ganhar.

Depois dessa delícia de “quebra-queixo” seguimos com um arroz doce, que já deu as caras aqui pelo Essência, mas sempre vale a pena repetir! ‘Tá’ ai um doce para ser reconfortante para essa época de frio: uma fogueira acompanhada de uma boa tigela quentinha de arroz doce nas mãos e a cantoria pode ir até o amanhecer!

IMG_5133

arroz doce – bem cremoso – com caramelo salgado – a dupla perfeita!

Nessa época, claro que não podemos deixar de lado nossa rica e querida tapioca! Ingrediente que ganhou o mundo chega cheia de brilho na nossa festa com a receita de Bolo podre, típica paraense. Aliás, meus mais sinceros agradecimentos com um sorriso de orelha à orelha para a Ana Gomes, que me ajudou com a tapioca – tipo isoporzinho – me enviando um punhado lá de Belém! Ana, você fez uma confeiteira paulistana muito feliz estreitando a distância São Paulo/Belém! Estou te devendo um bolo!!!!

Mas não é só de comida que uma festa junina é feita! Dá para conhecer mais a história das festas no Na estante dessa semana com o livro da antropóloga Lúcia Helena Vitalli Rangel e uma seleção de cantorias boas que só!

Vem pro Arraiá do Essência, encontre seu par e venha bailar! Aqui tem comida e música boa para todo mundo, é só chegar!!!

Comments

comments

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *