Ela é a rainha dos docinhos que trazem saudades: olho de sogra, bolo gelado de coco, guarda chuva de chocolate… Sua loja, a La Vie en Douce, adoça a mais de 10 anos os paulistanos no bairro do Jardins com as mais variadas opções de gulodices!

Ela mesmo se intitula uma “cozinheira de doces”, já que preza mais pela doçura do que propriamente pela técnica. Críticas? E a Carole se importa? Feliz e de um alto astral contagiante a chef se diverte na cozinha, se realiza diante de uma câmera e almeja muito mais prosperidade para seus negócios.

Com vocês, a doce Carole Crema no Com açúcar, com afeto.

EDU_6993

foto: Coentro Comunicação

 

Carole como foi o início da sua carreira? Por que você decidiu seguir no ramo da gastronomia já que aqui no Brasil ainda nem se falava muito sobre o assunto na época…

Na verdade entrei na gastronomia por acaso, sem muita consciência, pois na ocasião, 1996 eu tinha interesse em morar fora, tinha cursado hotelaria e achei que devia fazer algo que complementasse meu currículo.

Foi ai que encontrei em Londres o curso de International Culinary Arts, mas na verdade, só entendi que tratava-se de um curso de gastronomia quando cheguei e comecei as aulas. Confesso que não entendi nada nas primeiras semanas, depois me apaixonei !

A La Vie en Douce foi sua primeira aposta no mundo da confeitaria e já está a mais de 10 anos adoçando a vida de muita gente, além de fazer um sucesso enorme. Por que abrir uma confeitaria, o que a motivou para isso?

Sempre amei trabalhar com chocolate, fazia ovos de páscoa e bombons. Juntei então essa paixão com uma carência no mercado na ocasião… percebi que havia poucas confeitarias em são Paulo, então achei que seria uma boa oportunidade, em 2002.

Confira o Na Estante: Uma viagem pelo colorido mundo dos cupcakes

Antes da La Vie você foi professora em diversas universidades e consultora de restaurantes. O que essas experiências te ajudaram na confeitaria e nos seus projetos atuais?

Ter sido professora é super importante pois me ajuda a lidar com a equipe, treinar, motivar… estudei muito então isso claro que também é legal. Nas consultorias aprendo diferentes maneiras de operar os negócios, conheço profissionais, fornecedores, outra atmosfera e referencias… aprendemos sempre !

colagem doces Caole

Você consegue definir seu estilo na confeitaria?

Sou uma cozinheira na confeitaria, sem muita técnica, pensando muito no sabor e no que as pessoas querem e gostam… comfort sweets.

Você tem muita influência da cozinha italiana, principalmente por ter estudado em Milão. Mas os seus doces refletem mais um apego brasileiro, de bolos e doces mais antigos e tradicionais de infância. No momento de criar um doce de onde vem sua inspiração?

A inspiração pode vir de varias coisas, um ingrediente, um pedido de cliente, uma tendência…. além disso viajo e procuro sempre o que me inspire. Qualquer coisa pode ser inspiradora, desde uma folha caída, um sapato ou uma joia…

colagem2

Você já conquistou o prêmio de melhor chef pâtissier pela Revista Prazeres da Mesa em 2011. O que esse prêmio representou para você, para a sua carreira e principalmente para os negócios?

Para os negócios, credibilidade; para mim, uma realização. Depois de tantos anos foi muito importante, inclusive porque tive coragem de ir contra as tendências e seguir meu estilo – fui muito criticada por fazer doces mais açucarados, mas não recuei. Meus clientes e aceitação do publico sempre foram o incentivo que eu precisava.

Receita de bolo gelado Formigueiro

Você adora estar na televisão. Já apresentou um programa no Bem Simples, O Cozinha Caseira, o Nestlé com Você na Rede TV e agora está no GNT no programa Que Seja Doce. Ainda podemos esperar por um programa só seu? Existem planos?

Tomara… kkkkk!! É sempre meu desejo, assim que aparecer uma oportunidades estarei pronta! Quem sabe por enquanto me aventure no Youtube!

11133832_879580028768304_9001711499843627469_n

 

Algum sonho ainda não realizado na profissão ou você já atingiu tudo que almejava?

Queria ganhar um premio da Veja…kkkk… Também poder crescer para ter equipamentos e equipe dos sonhos.

Agora responda com uma palavra ou frase. A primeira que surgir na sua cabeça!

Um sabor: ácido

Uma lembrança: pavê de amendoim

Uma vitória: ser feliz com o que faço

Um desejo: conseguir manter minha empresa

Meu trabalho é: minha paixão

A Carole é: feliz

 

Carole, obrigada pela entrevista, pela atenção. Desejo muito mais sucesso e prosperidade em seu trabalho! Quem quiser te encontrar pelas redes sociais, saber mais sobre seus doces, programas de TV, etc quais os contatos?

La Vie en Douce

Rua da Consolação, 3161 – Jardins

Instagram: @carolecrema

facebook: /LVDdoces

You tube: Receitas por Carole Crema

 

fotos: Carole Crema / Divulgação

entrevista: Essência Studio

Comments

comments

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *