Arraiá do Essência

Tem como falar em festa Junina e não pensar em Luiz Gonzaga? Impossível né? É como se as festas juninas tivessem sido criadas exclusivamente para o grande Rei do Baião! Por isso nosso arraiá começa com ele, o cantor que levou alegria às festas juninas e ao país inteiro, em uma época em que mal se conhecia o xote, o xaxado e o baião! E não existe melhor música do que “Festa Junina” – essa é para aquecer as chinelas!

Com as chinelas aquecidas é hora de botar mais lenha na fogueira com “Pagode Russo”, também do Gonzagão – difícil vai ser não fazer uma playlist só com canções dele! Por isso escolhi a versão do Lenine com o Frejat – empolgante para “os caipira” tomarem coragem de puxar as moçoilas para a quadrilha! ‘Bam pra’ demais, sô!

Elba Ramalho não pode faltar, é a Madonna do Nordeste, oras! E já que falamos em chinela, temos a deixa para “Na base da chinela”. Esse já dá para dançar um forrózinho mais coladinho, arriscando uns “chameguinho” até São João responder suas orações com “Isso é lá com Santo Antônio / Chegou a hora da fogueira”.

Mas nem só de dança é feito um grande arraial! Tem comida boa sim senhô!!! E Dominguinhos também não pode ficar fora da festa! “Sanfona sentida” é a canção perfeita para dar uma pausa no arrasta pé, comer um pé de moleque, um bolo de tapioca e quem sabe enviar um correio elegante para aquela paquera.

Mas já chegou o “Fim de festa”, a fogueira já se apagou, o quentão já esfriou! É hora de baixar o pau de sebo e esperar o próximo São João! Que o tempo não deixe essa festa tão popular se perder, que o forró permaneça sempre vivo e dando muita alegria não só nas festas juninas, mas o ano todinho!

Um viva a São João, a Santo Antônio, a São Pedro e ao forró!

Comments

comments

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *